quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Saiba o que vai rolar no Diversão Offline


O nosso hobby tem crescido de uma maneira muito expressiva nos últimos anos. A Galápagos Jogos sacudiu o mercado trazendo ao Brasil grandes lançamentos internacionais. O que obrigou empresas como Devir e Grow, já bem estabelecidas, a saírem da inércia em que se encontravam. Também deu oportunidade para o surgimento de várias ótimas pequenas editoras como a Conclave Editora e a Funbox Jogos, além de uma onda de financiamentos coletivos motivada pela criação de diversos jogos nacionais. Uma enorme quantidade de jogadores descobriram, e continuam a descobrir, todo um mundo novo que vai muito além de War e Banco Imobiliário.

Pôster comemorativo do aniversário de 6 anos da Galápagos Jogos.

Aos poucos, eventos direcionados ao público nerd tem aberto espaço, ainda que de forma tímida, para os jogos de mesa. Eu, particularmente, tive a oportunidade de promover espaços específicos para o nosso hobby no Anime Pocket e no Expo Geek. Na Bienal do Livro, a Devir abriu um pequeno espaço em seu estande para demonstração de jogos com a presença do Jack Explicador, o nosso grande youtuber. Tivemos também a Galápagos Jogos com uma participação de destaque na BGS e prometendo chegar ainda mais fortes na CCXP, com atrações internacionais de peso e anúncio de lançamentos. 


Porém, o nosso cotidiano, ainda é o dos pequenos eventos específicos, organizados pelos próprios companheiros de hobby em locais improvisados. O Castelo das Peças, que é o maior e mais antigo evento de jogos de tabuleiro do RJ, ocorre atualmente em uma área externa cedida pela Universidade Veiga de Almeida, estando sujeito a diversos tipos de limitações. O máximo que estamos acostumados diferente disso, são os eventos promovidos por lojas especializadas. A Redbox Store no Centro tem realizado um trabalho bacana nesse sentido e agora temos também a Magic Store na Tijuca.

Foto tirada na edição do mês passado do Castelo das Peças.

Olhamos os grandes eventos que ocorrem lá fora, como a Gen Con nos EUA e a Essen na Alemanha, com suas estruturas enormes e lamentamos não ter nada minimamente parecido por aqui. Um evento pensado para o nosso hobby, que ofereça infraestrutura adequada, reúna as editoras especializadas em um só local para demonstrar e vender seus jogos, além de promover bate-papos sobre assuntos que nos interessam com figuras reconhecidas do meio. Então, eis que surge o Diversão Offline oferecendo tudo isso. Pode parecer exagerado da minha parte tal comparação, mas eu vi a BGS nascer em uma quadra de escola em Niterói e em alguns poucos anos se tornar um dos maiores eventos de videogame do mundo. Assim sendo, acho que posso me permitir ter esperanças e sonhar um pouco.

O Diversão Offline ocorrerá no próximo dia 22 de novembro das 9h às 18h no Centro de Convenções SulAmérica e promete ser o primeiro grande evento com foco em jogos de mesa do RJ e isso me deixa muito animada. Quase todas as editoras nacionais estarão presentes demonstrando e vendendo os seus jogos, serão 5 sala de 120 m² repletas de opções para todos os gostos e 14 estandes de venda; haverão torneios diversos com premiação, sorteios de jogos e vários bate-papos ao longo de todo o dia com nomes conhecidos discutindo assuntos da nossa área. O evento ocupará dois andares do Centro de Convenções SulAmérica. No 1º andar, teremos a área destinada aos bate-papos e torneios; enquanto o 2º andar será onde as editoras iram ficar apresentando seus jogos. O lugar para a galera sentar e jogar com todo o conforto. Preciso dizer onde vou passar a maior parte do tempo? XD

Apesar de não ser um evento exclusivo do nosso hobby, a galera do RPG também estará junto, teremos um espaço bastante considerável na programação. O fato de utilizarem um nome mais abrangente foi algo que já achei bem positivo. Não seremos tratados como um espaço separado dentro de um evento de RPG, como é comum acontecer. Acho que teremos uma divisão relativamente equilibrada. Aqui tratarei apenas da parte que interessa aos jogadores de boards e cards, pois esse é o foco do blog. Quem quiser conferir o que vai rolar em termos de RPG é só entrar no site oficial do evento para conferir a programação completa.

Banner mostrando todas as editoras que participaram do evento.

Começando os trabalhos do dia, no palco às 10h teremos o Marcos Barreto, game designer do Zodiacus, com a palestra "Quero criar um jogo! E agora?". Achei o tema bem legal, mas podiam ter colocado alguém com mais experiência para falar sobre o assunto. O Zodiacus é o primeiro jogo dele e vai entrar agora em financiamento coletivo. Já vi rolando em vários eventos, mas nunca despertou muito interesse. Não parece ser meu tipo de jogo, pelo que pude ver do tema e das mecânicas.

O Marcos tem um canal no Youtube chamado Rabiscando Game Design, que inclusive tem um com o mesmo título. Vi alguns vídeos e achei bacana, principalmente quando ele bate-papo com outras pessoas, tem um bem interessante com o Fel Barros. Porém, na minha opinião, o momento mais interessante da nossa área no palco vai rolar às 13h. Teremos Jack Explicador, Shamou (Castelo das Peças), Antônio Marcelo (Riachuelo Games), Marcelo Groo (Gigante Jogos) e Cristiano Cuty (Conclave Editora) conversando sobre "Board Games: Uma Visão de Futuro.

Um dos melhores produtores de conteúdo sobre o nosso hobby.

Ainda no 1° andar, teremos torneios de Magic, Pokémon, Battle Scenes e X-Wing, Já joguei todos eles, gosto bastante, mas a alta competitividade me desestimula. Eu jogo para me divertir, não para ficar me estressando. Atualmente, o que eu mais tenho curtido é o X-Wing. Gosto muito da mecânica de movimentação dele, acho bastante inovador. Eu já tenho uma certa experiência com jogo de miniaturas por causa do Heroclix e gosto bastante de combates táticos. O Battle Scenes foi um trabalho incrível realizado pelo pessoal da Copag. A principio, achei que só tinha bombado pelo tema. Mas como passar do tempo, o jogo foi provando que tinha consistência, tanto que está aí seguindo firme. As premiações ocorreram no final do dia às 17h30, já os sorteios ocorreram em dois momentos: 12h e 16h.


Porém, acho que a parte mais interessante mesmo vai ser o 2º andar, com todas as editoras disponibilizando seus jogos livremente. No estande da Conclave Editora, teremos a presença de Christophe Boelinger, o autor de Illegal. Ele estará autografando Dungeon Twister Card Game, mais um jogo dele que está sendo trazido ao Brasil pela editora mineira. Não posso deixar de mencionar que o game designer francês também é responsável por jogos como Earth Reborn e Archipelago. A Conclave Editora é uma editora que eu gosto bastante, lançaram um dos jogos nacionais que eu mais gosto, o Midgard, e estão para lançar outro ainda mais incrível, o Rock n Roll Manager. Eles vão estar com um protótipo bem legal do jogo lá para mostrar para a galera com a presença do autor, o Leandro Pires. A previsão de lançamento é primeiro semestre de 2016.

Atração internacional.

Primeiro contato do pessoal da Conclave Editora com Rock N Roll Manager foi no Guadalupeças. \,,/

Outra editora que também vale prestar atenção é a Ace Studios que tem como principal nome Fel Barros, o autor do incrível Warzoo. Ele foi recentemente lançado pela Galápagos Jogos, que passou bastante tempo sem lançar nada nacional no mercado. A pegada do pessoal da Ace Studios é justamente essa de jogos rápidos, fáceis, divertidos, surpreendentes e com visual caprichado, com muita criatividade e inovação. Além do Warzoo, eles também são responsáveis por Gekido, Muffin Games e Sapotagem, que estará sendo lançado no evento com a presença de um dos autores, o Warny Marçano. A ideia é que ele seja o primeiro de uma série de quatro jogos, os próximos devem ser Encantados (que já foi divulgado), Khan e Medievalia.


Joguei Sapotagem quando ainda se chamava Agentes do S.A.P.O. lol

Teremos também o pessoal da Riachuelo Games que promete divulgar novidades para 2016. Estou aguardando esperançosamente o retorno do Vaporaria e do Cruz de Ferro, jogos que curti muito e lamentei bastante quando vi serem deixados de lado. No estande vai rolar Fields Of Gore, Fortaleza de Berdolock e Orcorrida, o mais atual deles, que é uma paródia de Mad Max. O que me incomoda na Riachuelo Games é que eles costumam criar uns jogos muito bacanas, mas acabam se enrolando um pouco na logística de divulgação e lançamento. Além de exagerarem na criação e desenvolvimento do Lore, acho que isso faz eles perderem um pouco o foco do que interessa - o jogo.


Esse mesmo problema, eu tenho visto acontecer com a BEST Games que se uniu à Riachuelo Games para criar a iniciativa Bravery Games, que ainda me parece uma ideia bem confusa, Não consegui captar o objetivo. O Wagner vinha trabalhando legal com o Beat Em Up, então ele meio que parou e apareceu com o Folclore, que entrou em FC de uma maneira que achei muito apressada. Eu joguei uma vez e achei bem bacana, principalmente pelo tema. Mas devia ter sido trabalhado mais antes de ir para o mercado. Acredito que teria sido mais vantajoso terminar o Beat Em Up e lançá-lo primeiro, pois tem mais apelo e estava melhor desenvolvido. E eles ainda tem o Jornada do Herói da Luz, que é inspirado em Final Fantasy Tatics.

Eu estarei no estande da Pensamento Coletivo fazendo demonstração do Gunrunners, jogo de estreia fora do universo RPG da editora, Ele foi lançado no esquema de pré-venda e o Diversão Offline vai ser o primeiro evento onde vai estar disponível para compra direta pelo público. O jogo acabou de sair da gráfica e está incrível. Passem por lá para conferir o Gunrunners, um jogo bem bacana, rápido e divertido. A Pensamento Coletivo é uma editora nova com foco mais em RPG, mas que também está abrindo espaço para o nosso hobby, até porque o Filipe Cunha é um grande boardgamer.


Essa parece ser a tendência, a Redbox Editora que é uma conhecida editora de RPG está lançando seu primeiro boardgame também, o Red Dragon Inn e quem ouviu a entrevista do Antônio Pop no Leite Night sabe que vem mais coisa por aí. No aguardo de boas novidades para o ano que vem. Eles que já tem aberto um espaço incrível na loja, promovendo eventos e aluguel de jogos. Na entrevista, o Antônio conta um pouco da naturalidade do processo, que se desenrolou pela demanda dos clientes da loja. A Conclave Editora também tem na sua origem o RPG e hoje é mais conhecida pelo seu trabalho com boardgames.

No mais é a galera das editoras maiores como a Funbox Jogos, que deve vir com Quartz, Ascension, Bullfrogs, Neuroshima Hex e Flash Point. Não sei se virão com jogos que estão como esgotados no site. Eles tem uma linha de joguinhos pequenos que é muito legal. Adoro Emboscada e Metrocity. A Grow deve vir com Puerto Rico, Ave Caesar, Bang, o Catan com a recém lançada expansão Navegadores. Não sei se trarão jogos como Istanbul e Burgundy que estão na lista de próximos lançamentos, seria bom se rolasse. Ainda tem o Card Wars, joguinho que aparece no desenho Adventure Time. Aposta certeira, deve vender muito. Temos também a Copag que tem como principais produtos Battle Scenes e Pokémon. Eles tem diversos joguinhos casuais e rola de descobrir algumas pérolas perdidas vez ou outra. Por fim, a Galápagos Jogos que deve vir com todos os últimos grandes lançamentos, dando grande destaque ao Dungeon Fighter, XCOM e Krosmaster Arena.

Como eu já disse no início do texto, estou bem animada com evento, acho que vai ser muito legal. Torcendo para dar super certo para que não apenas tenha outras edições como também cresça em tamanho e relevância, ampliando a divulgação do nosso hobby cada vez. O texto ficou enorme, como sempre, eu não consigo escrever pouco. Mas para facilitar, resolvi fazer um guia do que vai rolar de bom no evento, tipo um resumo.

Palco:

10h - Quero criar um jogo! E agora? com Marcos Barreto, game designer do Zodiacus
13h - Board Games: Uma Visão de Futuro com Jack Explicador, Shamou (Castelo das Peças), Antonio Marcelo (Riachuelo Games), Marcelo Groo (Gigante Jogos) e Cristiano Cuty (Conclave Editora)

Torneios:

Battle Scenes
Magic
Pokémon
X-Wing

Jogos em Financiamento Coletivo:

Acre Board Game
Folclore Volume I: Dossiê Guimarães
Zodiacus Board Game

Destaque das Editoras:

Ace Studios - Lançamento do Sapotagem e demonstração de vários outros joguinhos incrivelmente divertidos, rápidos e bonitos. Eles são os caras que criaram o Warzoo. O trabalho deles é muito bom.

Bravery Games (BEST Games e Riachuelo Games) - Folclore que está em FC e Orcorrida. Eles criam um jogos bons, apesar de serem um pouco confusos com lançamentos e divulgação. Beat Em Up é um jogo bem interessante para se conhecer. Prometem anunciar novidades. No aguardo de Vaporaria e Cruz de Ferro.

Conclave Editora- Acho que é o grande destaque do evento, trazendo o game designer francês Christophe Boelinger, autor do Illegal, e que estará lançando Dungeon Twister Card Game. Outro destaque do estande é o Rock N Roll Manager, um jogo nacional foda que vai ser lançado ano que vem por eles.

Copag: Battle Scenes e Pokémon. lol

Funbox Jogos: Quartz, Ascension, Bullfrogs, Neuroshima Hex e Flash Point.

Galápagos Jogos: Dungeon Fighter, XCOM, Krosmaster Arena e mais uma porrada de jogo bom que todo mundo conhece e adora.

Grow: Card Wars porque estou na onda Adventure Time. Mas acho que o destaque na real é a expansão Navegadores do Catan.

Pensamento Coletivo: Venha jogar (e comprar) Gunrunners comigo. =P

Redbox Editora: Vale dar uma conferida no Red Dragon Inn.

Seguem Mapas:



Baixe o aplicativo do evento no Google Play.

Nenhum comentário:

Postar um comentário