quinta-feira, 30 de julho de 2015

Fábrica das Peças


Novo evento surgindo no RJ para suprir nossa vontade de uma boa jogatina no meio da semana. Ontem rolou a segunda edição oficial do Fábrica das Peças, na Praça de Alimentação localizada no 2º piso do shopping Nova América. Tivemos um bom crescimento de público de uma semana para outra, sem que isso ocasionasse nenhum problema. Quando vi a ideia de fazer um evento nesse local, achei que não fosse dar certo. por ser um shopping muito popular e movimentado. Mas o organizador conseguiu receber sinal verde da administração. Parabéns pela iniciativa.

Eu acho ótimo um evento no Nova América porque é um shopping com espaço excelente, opções variadas de alimentação e bem localizado. Saí do trabalho no Centro, peguei o metrô e rapidinho cheguei lá. O evento começa às 18h e vai até às 22h, horário de fechamento do shopping. Eu só consigo chegar às 19h, porque eu saio do trabalho às 18h. Mas dá para jogar uns dois jogos e comer alguma coisa tranquilamente. Ambas as vezes, fui embora antes das 22h. Geralmente, entre 21-21:30, o pessoal começa a levantar acampamento.

Na primeira edição, ficamos em uma das mesas grandes. Quando cheguei, a galera estava já com um Battlestar Galactica montado. Um evento que começa com um jogaço desses merece nossa atenção. Não entrei porque apesar de gostar muito, sei que a partida é bem longa. Acabei jogando um Ticket To Ride básico e depois Sushi Go.

 Foto histórica da 1ª edição.

Agora na segunda edição, tivemos a presença de umas 20 pessoas, além da mesa grande da outra vez, utilizamos mais 3 mesas próximas. Apesar de movimentado, não houve qualquer dificuldade, pois a Praça de Alimentação é bem grande e sendo na expansão é menos conhecida, para completar quarta-feira é um dia mais tranquilo. Não sei se continuará assim com a volta às aulas.

Comecei com Tokaido que já era um jogo que eu queria experimentar havia muito tempo. Gostei bastante. É bem leve, divertido e relaxante. A proposta é levar os jogadores em um passeio por uma das mais belas estradas do Japão. O tabuleiro é um caminho cheio de paradas que oferecem os mais diferentes tipos de atrações turísticas, que são representadas por cartas. O jogo é basicamente um Set Collection.


Em função da temática, a ordem de movimento é sempre inversa. Quem anda primeiro é quem está por último. A ideia é que o jogador pare na maior quantidade de locais possíveis. Claro que não dá para parar em tudo e os demais jogadores podem trancar o caminho, forçando o oponente a se mover para uma outra localidade mais adiante. Eu quase não consegui parar nos templos e tive dificuldade nos locais de compras, pois minha personagem tinha habilidade que dava desconto, então tentaram me travar nisso.

 

Mesmo assim, eu venci. Acredito que foi porque segui a lógica do jogo. Parei em todos os lugares possíveis, sem pular nenhum, por ter outro mais à frente que poderia dar mais pontos. É outro trabalho admirável do Antoine Bauza, e com temática nipônica. Só agora que me atentei a isso, pois além de Tokaido, ele também é criador de Takenoko e Hanabi. Rampage (Terror In Meeple City) é um jogo que também poderíamos incluir na lista, pois monstro gigante destruindo cidade é bem Japão. Sim, estou falando de você, Godzilla.

Depois disso, ainda rolou um Sushi Go rápido enquanto o pessoal esperava a partida de Colt Express acabar. Dessa vez, contei a pontuação do Tempura corretamente. Por falar em erros de regra, descobri que estava jogando nosso querido jogo de ladrões de trem incorretamente. Acabamos criando sem querer uma versão hard do Colt Express, pois estávamos ativando as cartas ao contrário. Então, todo o planejamento de ações tinha que ser dessa forma. Muito mais difícil, né? Já consertei no post do jogo aqui no blog. Mas acho que prefiro a nossa versão particular, preciso jogar como manda o manual para chegar a uma conclusão.



Confiram outros jogos que rolaram e apareçam na próxima semana. Lembrando que neste domingo temos nosso tradicional Guadalupeças.

Survive

 Room-25

Munchkin

Um comentário:

  1. Realmente um bom lugar para relaxar e se divertir, da maneira mais agradável, com o hobby dos Boards Games, O pessoal é muito receptivo e agradável, mesmo eu,um novato, fiquei a vontade e pude experimentar o Tokaido (já colocado na minha lista de desejos), não fiquei mais por falta de tempo, e só pude aproveitar por ser em um local de fácil acesso.

    ResponderExcluir