segunda-feira, 13 de abril de 2015

Tabletop Day - String Railway, Bullfrogs, Tiny Epic Kingdoms e Hyperborea


Sábado foi dia da terceira edição do já popular Tabletop Day, uma data de celebração mundial do nosso querido hobby. Apesar de não ter ido a nenhum evento específico, o dia foi repleto de jogos em casa mesmo. O legal foi que conseguimos estrear todas as últimas aquisições. Quem dera fosse sempre assim, não a lista de jogos pendentes não estaria tão grande. 

Joguinhos de sábado.
 
Começamos o dia com o genial String Railway, um jogo japonês com temática de trens que usa apenas barbantes coloridos e algumas cartinhas. O jogo é muito fácil, rápido e divertido. Joguei 2 ótimas partidas e se não me engano venci ambas. Faço essa ressalva porque só me lembro com certeza do resultado da segunda. Acredito que esse jogo ainda verá muita mesa.

 Rotas de trem ao final da partida.

Depois foi a vez do Bullfrogs, o super aguardado jogo de batalha de sapos da Funbox Jogos. Ele foi comprado no financiamento coletivo e depois de alguns atrasos, finalmente foi entregue. É um jogo pequeno e rápido, composto basicamente por cartas e meeples, porém não exatamente simples. As regras não são difíceis, mas é preciso atenção aos detalhes. Pequenos enganos e esquecimentos podem ter um impacto bem negativo. Foi o que aconteceu comigo. Joguei errado e acabei tendo uma primeira impressão injusta sobre o jogo. Obrigada Fel, Luis e William pela preocupação de me avisarem que eu estava fazendo besteira. Agora já li o manual atentamente e não ocorrerão mais falhas, espero eu.

Final da partida com a regra errada, uma multidão de sapos na carta tronco.

Final da partida com a regra correta, bem menos sapos na carta tronco.
 
Acredito que Bullfrogs vai ser um jogo que também verá muita mesa. Joguei 3 partidas, venci em todas. Ele consegue ser bastante estratégico com um conjunto de regras e componentes bem enxutos. Ainda não joguei a variante solo, mas pelo que li parece ser bem bacana e geralmente esse é o tipo de coisa que não me desperta interesse. Para finalizar, o jogo está com um qualidade de componentes e acabamento muito boa. Não tive a dificuldade que alguns relataram para abrir a caixa. O manual também merece elogios, bem explicado e com uma diagramação agradável. Só a parte de exemplo de um turno no final pode dar uma preguiça de ler e precisa de atenção para relacionar as imagens ao texto, mas vale a pena porque deixa a explicação bem amarrada.

A decepção do dia foi Tiny Epic Kingdoms, achei o jogo muito chatinho e arrastado. Foi a primeira vez que tive o impulso de ficar brincando com os componentes no turno dos demais jogadores. O que irritou o Felipe bastante e acabou por fechar a nossa noite de jogos com um certo estresse. Achei tanto a mecânica quanto a temática do jogo extremamente batidas. A arte é também é bem genérica. O único elogio que dá para fazer é quanto aos componentes do jogo que tem uma boa qualidade. O marcador de primeiro jogador é um tiro no pé, porque é o componente mais legal do jogo e nos faz querer ficar brincando com ele. Não soubemos exatamente quem venceu a partida porque continuamos a jogar algum tempo depois de uma das condições para o fim do jogo já ter sido alcançada, fizemos um cálculo de pontos por alto e mais uma vez eu venci.

Não tiramos foto do jogo, então peguei uma imagem do BGG só para ilustrar. 

Hyberborea foi jogado no domingo, o que tecnicamente deveria deixá-lo fora desse post. Mas o Tabletop Day. na prática. sempre acaba sendo o final de semana inteiro. Esse jogo foi muito elogiado pelo Fabricio, então fui jogar com alguma expectativa. O jogo é legal, mas nada de incrível. Felipe, como sempre, gostou mais do que eu. Ele diz que eu sou muito exigente. Discordo. O universo do jogo é muito genérico. As artes e componentes são de boa qualidade, mas não ajudam muito na questão. Alguns aspectos referentes ao mapa lembrou vagamente Warcraft. O que dá um brilho ao jogo é a mecânica de comprar cubos da bolsa. O jogador começa com um cubo de cada tipo e depois vai adquirindo mais, é através deles e da alocação de miniaturas no mapa que as ações vão sendo realizadas, inclusive para conseguir mais cubos. Como o Tiny Epic Kingdoms existem várias condições para o final do jogo, mas dessa vez eu estava atenta e foi mais uma vitória (apesar de apertada) para fechar esse ótimo final de semana de jogos.

My name is Oliver Queen. #SQN
 
 
 Início da partida, tiles ainda não explorados.

 Caminhando para o final da partida, todos os tiles já explorados. Visível meu domínio territorial. 

Se interessou por conhecer melhor algum dos jogos citados? Não se preocupe, escreverei separadamente e em detalhes sobre cada um deles nos próximos dias, até mesmo sobre o Tiny Epic Kingdoms, e colocando umas fotos melhores, porque as utilizadas aqui foram tiradas com o celular. Devo começar com Bullfrogs e depois String Railway, não sei se terei tempo de fazer o restante antes de começar com a série de posts especiais de jogos de Star Wars por causa do próximo Guadalupeças. Não tivemos evento esse mês em razão da Páscoa, mas em maio voltaremos com Força total. XD

Nenhum comentário:

Postar um comentário