quinta-feira, 19 de junho de 2014

Takenoko


O jogo mais bonito e fofo de todos os tempos. Olhar para Takenoko é como olhar para um bebê, é praticamente impossível não ficar com aquela cara de admiração idiota. O efeito é ainda mais intenso no público feminino. Não é só pelo Panda, o Jardineiro e os brotos de bambu; todos os detalhes do jogo são incríveis e o material de alta qualidade. O que pode nos levar a uma ideia equivocada de que esse seja apenas um jogo lindo. Não, Takenoko não é apenas isso, apesar de ter a aparência como seu grande atrativo.


A primeira vez que joguei, achei que era apenas beleza. Foi divertido, mas nada de tão incrível. Porém, quando comecei a jogar online com os gringos no BGA é que comecei a ver o quanto o jogo é bom. Foi o fim da fofura e o início da porradaria. O esquema é completar objetivo. Ganha quem fizer o maior número de pontos. A partida acaba quando o primeiro jogar a sétima, oitava ou nona carta, dependendo do número de participantes. Então, os demais terão uma última rodada e vamos à soma de pontos. Nem sempre, quem joga a carta que encerra o jogo, vai necessariamente vencê-lo. Mas ganha uma carta bônus, chamada de carta do Imperador, que pode ser a diferença entre a derrota e a vitória. Da última vez que joguei, perdi por causa dessa carta.

 
Em Takenoko, temos 3 tipos diferentes de cartas de objetivo: Canteiro, Jardineiro e Panda. Cada jogador começa com uma de cada, o limite é de 5 na mão. As ações possíveis são: Comprar Canteiros, Comprar Irrigação, Mover o Jardineiro, Mover o Panda e Comprar Objetivo. Todos os jogadores podem realizar 2 ações distintas. O jogo começa com apenas o tile especial de lagoa onde ficam o Panda e o Jardineiro. Cada jogador também possui seu tabuleiro individual onde controla suas ações e armazena seus recursos.


 


No inicio do jogo, em geral, todos utilizam a ação de Comprar Canteiros, esses são de 3 tipos: Rosa, Amarelo e Verde. Serão abertos 3 aleatórios e o jogador escolherá um para colocar em qualquer lugar de desejar. Quando começa a partida é tranquilo, todos vão colocando seus Canteiros ao redor do tile especial de lagoa que garante o crescimento de bambu. Depois que não é mais possível colocá-los diretamente ligados, entram os Canais de Irrigação. Eles servem para levar água do tile de lagoa até o local desejado pelo jogador. O bambu só nasce em Canteiros irrigados. Para cumprir objetivos de Canteiro a mesma coisa.



O Jardineiro e o Panda se movem em linha reta em qualquer direção e quantidade de Canteiros. O Panda come um broto de bambu no local onde termina seu movimento. O Jardineiro faz crescer um broto de bambu não apenas no local onde termina seu movimento, mas também nas áreas adjacentes da mesma cor e que estejam irrigadas.


Comprar carta de objetivo é onde reside a polêmica do jogo, pois existe uma regra avançada que diz que se for comprada uma carta cujo objetivo já tenha sido cumprido, a mesma deve ser descartada e uma nova compra realizada. Eu, particularmente, acho que o jogo fica mais equilibrado dessa forma. Porém, além de ser uma regra opcional, ela ainda deixa margem para mais de uma interpretação, pois fala de objetivos cumpridos no jardim de bambu, o que nos leva a pensar em Canteiro e Jardineiro. Ficando a dúvida sobre o Panda, até porque a diversidade desse objetivo é bem limitada, além de ser o único a depender exclusivamente da ação do próprio jogador.

Após a primeira rodada entra em ação o dado de clima, que vai conceder bônus diversos. O dado é rolado antes de qualquer ação, mas a utilização do resultado não é obrigatória. Os resultados possíveis são: Sol (3 ações), Chuva (crescer bambu em qualquer lugar irrigado), Nublado (escolhe uma melhoria), Vento (2 ações iguais), Tempestade (o Panda pode comer em qualquer lugar) e Interrogação (escolhe qualquer uma das anteriores).

Dos resultados acima, acho que o único que precisa de explicação é o Nublado, no qual o jogador ganha uma melhoria a sua escolha. As melhorias são de 3 tipos: Bacia Hidrográfica, Cercas e Fertilizantes. Essas melhorias também podem já vir impressas nos Canteiros e não são acumulativas.
 
A Bacia Hidrográfica fornece toda a água necessária para o crescimento de bambu, dispensando assim a necessidade de irrigação. Porém, não se pode puxar irrigação a partir dessa melhoria. A irrigação obrigatoriamente sempre deverá vir do tile inicial de lagoa. As Cercas impedem o Panda de comer e os Fertilizantes fazem o bambu crescer em dobro.

Os objetivos de Jardineiro em Canteiros com Cercas são os melhores, não tem como ninguém atrapalhar. Eu gosto muito dos objetivos de Jardineiro, na minha opinião, são os mais legais. Eles são os mais desafiadores, pois a qualquer momento o Panda pode vir e acabar com seu trabalho, principalmente se for um objetivo com mais de um Canteiro. Esses objetivos também pontuam bem.


Os objetivos de Canteiros são chatinhos porque tem um fator sorte envolvido, além de você ficar na dependência de Irrigação. Eu tenho muita dificuldade com eles e só procuro fazer o que está na minha mão inicial mesmo, não compro mais durante a partida. Já joguei com muito gringos que gostam desse tipo de objetivo, eles ficam mais fáceis de cumprir do meio para o final do jogo, ainda mais se os outros jogadores estiverem distraídos em outros objetivos.

Os objetivos de Panda são complementares, acho que não dá para vencer jogo só com eles. Em geral, os utilizo só no final, a menos que eu pegue bambu rosa e colorido, esses dois pontuam bem. As vezes eu coloco o Panda para comer, só para atrapalhar o objetivo de Jardineiro de alguém.

Takenoko é um jogo que permite um bom nível de interação entre os jogadores, apesar de os objetivos serem secretos, de acordo com as ações escolhidas dá para ter uma ideia do que o oponente já tentando fazer e atrapalhar seus planos, principalmente se você já jogou muitas vezes e já conhece bem os objetivos.

Porém, é um jogo que não enjoa. A rejogabilidade é incrível, cada partida é diferente uma da outra, pois são muitas as variáveis. Não é só um jogo absurdamente lindo, mas também muito inteligente e divertido. Suas regras são simples, sem serem bobas. O tempo de duração também é bacana, nem muito rápido nem muito longo. Funciona muito bem com qualquer quantidade de jogadores.

Muita gente pensa em comprar o jogo por causa de namoradas ou esposas, a aparência exuberante e a temática fofa, costumam despertar bastante interesse. É um bom gateway para esse público em especifico, que muitas vezes possui uma certa resistência. Mas pode comprar sem medo de desperdiçar dinheiro, mesmo que sua companheira não seja conquistada pelo charme do nosso querido Panda comedor de bambu (o que eu acho quase impossível), de qualquer forma você vai ter adquirido um jogaço.


3 comentários:

  1. Apesar de eu gostar de jogos mais rápidos, Takenoko é fenomenal. Bruno adorou demais (justamente pelo que você disse, por causas das peças), SHOW DEMAIS! :)



    Ah, parabéns pelo blog! :)

    ResponderExcluir
  2. Uma das minhas próximas aquisições! Exatamente o que você falou, o visual ajuda a atrair novos jogadores e a mecânica cativa a todos os níveis de experiência!

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito do visual do jogo, mas o fator sorte me deixa distante de jogar ele mais vezes. Bela review aliás!

    ResponderExcluir