terça-feira, 17 de junho de 2014

Docker


Docker é mais um jogo de mecânica simples e temática inusitada. Como se isso já não fosse suficientemente atrativo, ainda temos o fato dele ter sido criado como um abstrato de nome Omba, só depois alguém pensou em lhe atribuir um tema. O jogo é super simples, rápido e compacto. Sendo composto por um mini tabuleiro 3X3, 4 conjuntos de 3 quadrados e um D6 comum. Uma ótima pedida para matar o tempo em momentos de espera, além de não ocupar quase nenhum espaço.


O movimento dos quadrados é decidido pela rolagem de dados e ganha o jogador que conseguir continuar se movendo quando todos os outros estiverem imobilizados. Os quadrados não se movem apenas para os lados, mas também para cima. Você não só pode, como deve, colocar o seu quadrado sobre o de outros jogadores, deixando-os assim impedidos de realizar movimento.

Então, uma pessoa chegou e pensou: Esses quadrados poderiam representar containers descarregados por navios no porto, assim os jogadores seriam operadores de guindastes, disputando para organizar aqueles que estão sob sua responsabilidade da melhor forma possível. Isso é simplesmente genial, o jogo deixou de ser apenas um empilhar blocos sem motivo e ganhou uma historinha que é perfeita.

Agora vamos explicar um pouco melhor como essa gracinha de jogo funciona. Cada jogador rola um D6 e realizará o movimento de acordo com o resultado. No mini tabuleiro vem especificando com setas os locais por onde os quadrados podem entrar. O jogador tem como opção colocar um novo ou mover um já existente, porém todo o movimento deve ser feito com apenas um quadrado, não se pode dividir o resultado do dado. Além disso, o não é permitido passar duas vezes no mesmo lugar. Nada de ficar indo e voltando para gastar movimento.


Por ter uma movimentação baseada em rolagem de dados pode parecer ser um jogo baseado em sorte. Não há como negar que ela existe,  porém não é tão determinante quanto possa aparentar a principio. Docker é um jogo de lógica e tática, é preciso calcular muito bem o seu movimento para tentar minimizar ao máximo os perigos que os oponentes podem oferecer e deixar a maior possibilidade de caminhos em abertos para não ter o seu jogo arruínado por uma rolagem de dado desfavorável. É um jogo que dura poucos minutos, mas os quais serão recheados de um bom nível de esforço mental.


O jogo funciona muito bem com qualquer número de jogadores e não exige nenhuma mudança de regra. A diferença que se nota dependendo da quantidade de participantes é que quanto maior, mais o fator sorte marca presença, pois o espaço para movimentação se torna muito pouco rapidamente. Enquanto que em um jogo com dois jogadores existe espaço para um gerenciamento mais bem pensado de posicionamento.

Nunca vi esse jogo sendo vendido no Brasil, minha edição veio da França. Dei uma olhada nos principais sites gringos: Miniature Market e Cool Stuff e não encontrei nada. Mas é um jogo bem fácil de fazer versão homemade. Além disso, se estiver dando um passeio fora do país e encontrá-lo, já sabe que vale a compra. É um jogo bem barato, foi comprado por 10 Euros. Por fim, sempre tem aquela possibilidade de aparecer alguém vendendo por aqui.

2 comentários: