quarta-feira, 21 de maio de 2014

Guadalupeças - Especial Anime Pocket


Domingo participamos como uma das atrações do Anime Pocket, edição comemorativa de 1º aniversário, que foi realizada no Centro de Convenções SulAmérica. Foi a primeira vez que estivemos dentro de um outro evento. O pessoal da organização foi bem bacana com a gente. Nos colocaram em um bom lugar, nem muito agitado e nem muito escondido.

Não sou frequentadora desse tipo de evento, apesar de gostar bastante de animes e mangás. Os últimos que fui foram por causa do Felipe, ano passado para ver o Jason David Frank (Power Ranger Verde) e o Takumi Tsutsui (Jiraya). Ele é fã de Tokusatsu, séries live action de super heróis japoneses. Eu até gostava quando era criança, na saudosa época da TV Manchete. Hoje em dia já não tenho paciência, apesar de ter acompanhado recentemente Akibaranger, mas só porque era uma sátira aos Sentais, nome que designa o subgênero de Tokusatsu dedicado as super equipes. Power Rangers nada mais é que a versão americana.



O Felipe foi devidamente uniformizado com sua camiseta oficial de Super Sentais, os "morfadores" de Ressha Sentai ToQger e Kamen Raider Gaim. Uma das depressões da vida dele é não ter ninguém para jogar Power Ranger Card Game, ele gravou até um vídeo sobre o jogo. Em breve, estarei na mesma situação. Vai sair daqui há alguns meses o Weiß Schwarz em inglês do meu atual anime favorito: Kill La Kill. Vou comprar para colecionar por ser fã mesmo, se eu conseguir alguém para jogar vai ser bônus.






Mas vamos voltar ao evento, não sabíamos muito bem o que esperar, pois era um outro tipo de público. Tentamos levar as mais variadas opções. Alguns jogos foram basicamente para exposição mesmo, tipo o Game Of Thrones: The Boardgame. Se bem que depois pensando melhor, poderíamos ter utilizado uma outra abordagem. Dizer de cara que o jogo tem uma duração média de 4 horas assusta qualquer um. Acho que teria sido interessante deixar a mesa montada e as pessoas experimentando o jogo pelo tempo que elas quisessem.

Os jogos mais jogados como sempre foram o Zombicide, a mesa não parou durante todo o dia, sempre que eu olhava tinha alguém diferente lá e Summoner Wars, ainda mais agora que temos o Master Set, deu para rolar partidas simultâneas. Munchkin também não deixou de marcar presença.

 


Levamos também o Rampage, que apesar de muito legal e rápido de jogar tem uma montagem chatinha e o Takenoko que como sempre chamou atenção pela sua beleza. Ainda aprendi a jogar Jaipur e Saboteur. Todos os jogos citados nesse parágrafo foram trazidos pelo Felipe da França e tem muito mais, o Guadalupeças do mês que vem vai estar cheio de novidades.




Tivemos também o pessoal que aproveitou o espaço para jogar Magic e Yu-Gi-Oh. Acho que deveríamos ter investido mais em cardgames, tipo Battle Scenes. O próprio Felipe deveria ter colocado o Power Ranger para jogo também. Outro jogo que eu acho que ia ter uma boa aceitação seria o Runicards.



Além dos já citados, ainda tivemos partidas de For Sale, Mascarade, Dominion e Dixit. No mais, fica meu agradecimento ao pessoal do Anime Pocket pelo convite e aos amigos Heitor e Filipe com sua namorada Luana pela ajuda durante todo o evento.

Aguardo a todos no próximo Guadalupeças que além de diversos jogos novos, ainda terá jogos com temática de Futebol, já que estaremos tão perto da Copa do Mundo. Mantenha-se informado curtindo no Facebook: Guadalupeças e Turno Extra.

Um comentário:

  1. Parabéns Aline, texto muito bem escrito! =D Bem legal a iniciativa. Sempre achei que os boardgames/cardgames modernos traríam conteúdo pros eventos de anime/cultura pop. Apresentei minha coleção pros amigos do meu cunhado (tem 19 anos) e eles sempre ficam loucos. Acho que este público tem tudo a ver com o ambiente de boardgames. Vlw!

    ResponderExcluir