sábado, 26 de abril de 2014

Castelo das Peças


Sábado de sol ameno no RJ foi um ótimo dia para aproveitar mais uma edição do Castelo das Peças. Cheguei mais cedo que de costume, o que foi muito bom porque deu para conversar com o pessoal da Riachuelo Games. Dei uma conferida em mãos no primeiro volume da trilogia do Crônicas de Vaporaria: Xumour e o Fogo do Céu que já está em pré-venda por R$17, aproveita que depois vai ser R$23, promoção válida só até 4 de maio. Os livros explicam a história por trás do jogo, para já ir deixando a galera no clima para o lançamento do Catarse que está previsto para outubro. Eu participei de um playteste do jogo no Guadalupeças de fevereiro. Engraçado que nesse meu texto, eu reclamo um pouco que precisava de mais elementos para uma melhor imersão no tema.


Outro produto da Riachuelo Games que pude conferir em mãos e atestar a qualidade foram as miniaturas da Fortaleza de Berdolock : Os Mortos Vivos, que também já estão em pré-venda. São miniaturas em metal branco, de tamanho de 45 mm (4,5cm) de altura, feitas especialmente para o jogo que será PNP.. O primeiro conjunto faz parte do primeiro módulo do jogo chamado "Os Servidores das Trevas". Infelizmente, eu não tenho dotes artísticos para pintar miniaturas, mas para quem gosta está imperdível. Miniaturas super detalhadas a um preço realmente muito bom e que ainda podem ser utilizadas em outros jogos.

Em breve, esperamos poder com mais novidades da Riachuelo Games no Guadalupeças. Fiquem ligados. Depois desse ótimo papo com eles e também com o Shamou (organizador do evento), chegou Rodrigo Rego que está desenvolvendo o excelente Palmares, sobre o qual eu também comento no post do Guadalupeças de fevereiro. Jogamos duas partidas de Um Império em Oito Minutos em que descobri que eu e Felipe estávamos enganados em dois detalhezinhos importantes da regra. Não dá para reclamar do jogo quando se joga errado, né? Antes, Felipe foi babar um pouco em um Tide Of Iron que estava sendo montado. 

Enquanto jogávamos chegou o Bruno, um cara muito bacana que não víamos faz um bom tempo, o conhecemos jogando Battlestar Galactica. Depois que terminou o Um Império em Oito Minutos com duas vitórias do Rodrigo, eu e Felipe nos separamos. Ele foi jogar GoT LCG com o Bruno e eu fui jogar Palmares com o próprio Rodrigo e o Fel Barros, criador do Warzoo - o batedor de recorde do Catarse com todo mérito. Eu tive o prazer de participar do playteste no Guadalupeças de fevereiro e o jogo é realmente muito bom. Vitória do Rodrigo, mas eu consegui ficar em 2º lugar, o que já está bom demais.

Depois joguei Pocket Battles: Celts vs. Romans com o Shamou. Eu venci, mas só porque era a primeira vez dele. Ele viu meu post e pediu para ensiná-lo. Eu ensinar um cara como o Shamou? Fiquei super honrada, espero ter conseguido explicar direito o jogo. Eu não sou muito boa me comunicando pessoalmente. Uma coisa muito legal que ele me contou é que existem versões fanmade de LOTR e Robotech.


Hora de ir embora, mas nosso Dungeon Roll estava sendo jogado e Felipe parece que assumiu a missão pessoal de divulgá-lo para a maior quantidade de pessoas possíveis, porque ele acha que é a melhor parada do universo. Ele já me perguntou mais de uma vez quando vou escrever sobre esse jogo. Eu pretendia escrever depois do Pocket Battles, mas aí surgiu A Copa da Árvore, porém se nada mais surgir vai ser o próximo post.


Enquanto aguardávamos, ficamos conversando com um cara que vende X-Wing, a nova mania do Felipe. É um jogo colecionável de batalha de miniaturas de naves de Star Wars. O nome do jogo vem da nave utilizada pelo Luke Skywalker. Por coincidência ou algum designo da Força, o Guadalupeças desse mês ocorrerá exatamente no Star Wars Day. Ainda essa semana vai rolar post de X-Wing por aqui. Vários posts para os próximos dias para compensar meu período de preguiça de férias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário